Uma marca revolucionária.

Herbin é o nome mais antigo em tintas de caneta do mundo. “La Perle des Encres” (A Joia das Tintas) foi criada em 1700. “L’Encre des Vaisseaux” (“Tinta do Navio”) foi produzida numa data desconhecida antes disso.

Em 1798, Jacques Herbin, o herdeiro da família de quarta geração, transferiu a oficina e o estabelecimento comercial para a Rue des Fosses-Saint-Germain-l’Auxerrois em Paris.

Foi uma época de tumulto, descoberta e industrialização, mas foi também a época em que as canetas de aço com ponta de bico começaram a substituir as penas para escrever.

Herbin continuou a desenvolver novas tintas no século XIX. Começaram a produção de tinta da Índia (também conhecida como tinta chinesa) em 1829. A sua tinta violeta era a cor quotidiana utilizada pelos estudantes durante a Terceira República (1870-1940). Herbin desenvolveu mesmo uma tinta preta especial apenas para Victor Hugo, um dos maiores escritores franceses.

Atualmente, a Herbin produz uma gama de belas canetas-tinteiro e tintas de caligrafia, instrumentos de escrita, conjuntos de presentes e acessórios. As tintas Herbin são feitas em França, e os toques finais nas garrafas ainda são feitos à mão em Paris.